HMBO | Fusões & Aquisições
Após um processo de Fusão ou Aquisição, é necessário garantir que a integração é bem-sucedida para que os benefícios esperados da transação se tornem efetivos no período pós-transação.
16111
post-template-default,single,single-post,postid-16111,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Pós-transação: 4 pontos-chave para uma integração bem-sucedida

Pós-transação: 4 pontos-chave para uma integração bem-sucedida

Após um processo de Fusão ou Aquisição, é necessário garantir que a integração é bem-sucedida para que os benefícios esperados da transação se tornem efetivos no período pós-transação.  Nesse sentido definimos 4 pontos que deve considerar para o período de integração da empresa na nova fase.

  1. Pessoas

Planear a nova estrutura orgânica da empresa é um passo essencial e deverá acontecer ainda antes do processo ser comunicado oficialmente aos colaboradores. É recomendado definir a equipa de gestão previamente ao período pós-transação, procurando assegurar a continuidade dos gestores considerados essenciais, assim como das chefias intermédias.

Nos casos em que passa a existir redundância de pessoas para as mesmas funções, recomenda-se também, no pós-transação, que a redistribuição de funções seja efetuada rapidamente de forma a não causar desmotivação nos colaboradores.

  1. Clientes

Mudanças nas empresas tendem a despertar nos clientes sentimentos de insegurança e incerteza que podem ser explorados pelos concorrentes. No processo de reorganização pós-transação, apesar do foco interno, a base de clientes não deve ser desconsiderada. Reuniões presenciais com os responsáveis da empresa devem ser levadas a cabo, especialmente para os clientes com maior relevância.

É importante explicar o impacto das alterações para os clientes, as vantagens do processo e esclarecer todas as dúvidas. Deve ainda ser dada indicação clara aos comerciais da mensagem a transmitir aos clientes.

  1. Cultura

A combinação de duas culturas distintas e o impacto resultante nas pessoas que formam a “nova” organização têm deve ser previamente estudado. Este é, porventura, o aspeto mais importante no período pós-transação.

Torna-se necessário analisar a fundo a cultura e modus operandi das suas organizações, percecionar os pontos comuns assim como os pontos de eventual incompatibilidade. Posteriormente, deve ser transmitido, a toda a organização, os valores e nova cultura dando sempre um tempo para habituação.

  1. Comunicação

No período pós-transação, uma boa comunicação é maneira mais simples e efetiva de reduzir a incerteza. A boa comunicação acelera a integração, reduz os períodos inevitáveis de menor produtividade, evita a saída de pessoas importantes e perda de clientes valiosos, permite esclarecer os objetivos e o foco estratégico da empresa, assegura a preparação das pessoas para a mudança e previne boatos e desinformação.

É essencial, nos pós-transação, comunicar de forma simples e direta a todos os stakeholders, o racional da transação e as mudanças a implementar. É também crucial recolher o feedback, ouvir, e resolver rapidamente os eventuais problemas e/ou conflitos.

 Rafael Freitas | Gestor HMBO

No Comments

Post A Comment