Plano de Negócios - 6 Aspetos Importantes // HMBO
730
post-template-default,single,single-post,postid-730,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Plano de negócios – 6 aspetos importantes

Plano de negócios – 6 aspetos importantes

O que é um Plano de Negócios?

Um plano de negócios é um instrumento de gestão fundamental para qualquer empresa ou projeto, uma vez que define e sistematiza o rumo a seguir. A ausência de um plano de negócios pode significar uma falta de validação de pressupostos básicos para a sustentabilidade do negócio e conduzir a um conjunto de problemas, tais como:

  • Falta de recursos financeiros para um crescimento;
  • Ausência de técnicas e recursos de gestão para implementar novos projetos cuja implementação não tenha sido previamente planeada;
  • Dificuldade em cumprir objetivos por ausência de metas claras e bem definidas;
  • Dificuldade em apresentar a empresa ou projeto para potenciais investidores e/ou clientes;
  • Dificuldade em segmentar e abordar o público-alvo.

Ao elaborar um plano de negócios dever dar-se destaque aos seguintes aspetos:

  1. Definição e concisa do produto ou serviço e modelo de negócios

Boas ideias podem resultar em bons negócios, no entanto, o contrário nem sempre é verdade. Para materializar a ideia torná-la um negócio de sucesso é essencial definir, em primeira instância, o produto ou serviço e ajustar a sua oferta em função da necessidade a que vem responder. É igualmente necessário, em sede do plano de negócios, discutir e esclarecer a proposta de valor para o cliente, detalhar os recursos necessários, escolher o perfil de clientes alvo, explicitar os canais de distribuição e prever todas a fontes de custos e receitas.

  1. Mercado e clientes

É essencial estudar o mercado, conhecer o perfil do público e quantificá-lo. Quando possível, é também uma mais-valia referir explicitamente no plano de negócios que clientes em particular serão o alvo, dando a conhecer a sua atividade.

  1. Setor e concorrentes

Analisar em profundidade o setor onde a empresa opera (atratividade, crescimento, rentabilidade e intensidade competitiva) e identificar os mais diretos concorrentes (quem são, onde estão, qual a capacidade financeira de cada player) são também aspetos fulcrais no âmbito de um plano de negócios.

  1. Plano estratégico

No plano estratégico de um plano de negócios, para além de se incluir a missão e visão, deve incluir-se os objetivos estratégicos e as alternativas estratégicas que permitem alcançar esses mesmos objetivos (ações concretas p.ex. ao nível da promoção e marketing que levem a empresa a alcançar os segmentos de mercado pretendidos).

  1. Plano operacional

O plano operacional de um plano de negócios deve incluir um calendário de implementação e expor que operações e recursos necessários. Deverá incluir também informação sobre os fornecedores.

  1. Plano financeiro

A apresentação do modelo financeiro é a última etapa do plano de negócios. Primeiramente, é feita uma estimativa ao investimento necessário, após o que se efetuam as previsões económico-financeiras (vendas, margens, custos com o pessoal, custos com serviços, estrutura de financiamento, etc). Esta estimativa tem como objetivo determinar a viabilidade dos negócios ou projeto. Com este estudo é possível retirar conclusões necessárias para avaliar a viabilidade do negócio. No plano financeiro de um plano de negócios pode ainda desenhar-se um conjunto de cenários de evolução do negócio permitam ter uma leitura dos seus riscos.

A HMBO é uma área de negócios do Grupo HM Consultores  especializada nas  áreas Fusões & Aquisições e Corporate Finance. Frequentemente, no âmbito de operações de angariação de capital ou levantamento de financiamento elaboramos planos de negócios, que suportem essas operações. Caso tenha necessidade em planear o seu negócio, entre em contacto connosco: info@hmbo.pt.

 

 

No Comments

Post A Comment