EBITDA, a Importância da sua Normalização // HMBO
393
post-template-default,single,single-post,postid-393,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

EBITDA – Normalização em Processos de Venda de Empresas

EBITDA – Normalização em Processos de Venda de Empresas

O que é o EBITDA?

Sendo o EBITDA (lucros antes de gastos de financiamento, impostos, amortizações e depreciações) uma das medidas de performance operacional e rentabilidade que mais merece atenção quando se olha para as contas de uma empresa, importa, verificar se o seu valor traduz fielmente a realidade da empresa.

O que é o EBITDA normalizado?

O EBITDA normalizado ou ajustado, indicador utilizado na avaliação de empresas, consiste no EBITDA que incorpora correções aos valores de proveitos e custos para que margem operacional reflita o lucro “normal” da empresa, excluindo, por exemplo: despesas não recorrentes, efeitos na margem provocados por anomalias ou acontecimentos extraordinários, proveitos ou custos que, embora regulares, não deviam estar refletidos nos elementos contabilísticos da empresa, entre outros.

No âmbito de um processo de compra ou venda de uma empresa, o EBITDA ajustado permite melhor comparar a performance da empresa com as empresas concorrentes, permitindo também aos potenciais investidores aferir que perfil de resultados podem verdadeiramente esperar da empresa no futuro.

Que tipo de correções devem ser efetuadas ao EBITDA?

  1. Exclusão de receitas geradas por ativos não core:
  2. Normalização dos salários dos sócios para valores de mercado;
  3. Colocação de todos os contratos de arrendamento a preços de mercado;
  4. Eliminação de compensações excessivas e/ou benefícios pagos aos sócios, funcionários, familiares de sócios, etc.
  5. Eliminação de despesas pessoais dos sócios: combustíveis, refeições, deslocações, etc;
  6. Expurgação de contribuições ou donativos a instituições;
  7. Eliminação de taxas legais e outros honorárias não relacionadas com as operações atuais da empresa;
  8. Eliminação de custos relacionados com reconhecimento de imparidades de dívidas incobráveis ou inventários, tidos como excecionais;
  9. Exclusão de qualquer despesa considerada discricionária e que não seja norma do setor/indústria;

Prepare a venda da sua empresa connosco. Viste o nosso site e fique a par dos nossos serviços. Para mais informações contacte-nos: info@hmbo.pt.

No Comments

Post A Comment