Financiamento Mezzanine - Instrumento Financeiro // HMBO
358
post-template-default,single,single-post,postid-358,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Financiamento Mezzanine – Instrumento Financiero

Financiamento Mezzanine – Instrumento Financiero

O que é um Financiamento Mezzanine?

Um Financiamento Mezzanine é um instrumento de financiamento híbrido que combina características de capital e de dívida. Este tipo de fundos tende a financiar estratégias de crescimento das empresas.

Regra geral, há uma parte do financiamento que tem origem na tomada de parte do capital da empresa pelo fundo/instituição financeira. A outra parte do financiamento é assegurada através de suprimentos, remunerados a uma taxa de juro, que podem ser convertíveis em capital.

Qual é o objetivo do Financiamento Mezzanine?

Está vocacionado para financiar o crescimento de empresas de dimensão intermédia com forte implantação nos mercados e que apresentem um histórico de rentabilidade.

Este tipo de empréstimo é mais flexível porque a dívida pode ser convertida em capital próprio se o montante acordado do empréstimo não for pago dentro do prazo ou termos estipulados.

Que fundos mezzanine estão ativos em Portugal?

Em Portugal destaca-se o oxycapital mezzanine fund, um fundo constituído em 2014 e gerido pela Sociedade de Capital de Risco Oxy Capital e que já conta com vários investimentos.

Se está a pensar investir no seu negócio, fale connosco para saber quais as melhores opções.

O Financiamento Mezzanine é um instrumento inovador que permite aos empresários abrir mão do capital e a serem mais flexíveis na tomada de decisões críticas que, por regra:

  1. Assentam num juízo não coincidente sobre o valor das empresas, a partir da informação necessariamente assimétrica sobre a realidade em presença;
  2. Implicam níveis de remuneração inerentes à condição de acionista desproporcionados relativamente às fontes habituais de financiamento;
  3. Determinam uma evolução profunda no modelo de governo e práticas de convívio social, atendendo ao padrão de exigência dos novos investidores.

Fonte: Ordem dos Revisores Oficiais de Contas

A HMBO está disponível para qualquer esclarecimento adicional! Não hesite em contactar-nos através de info@hmbo.pt ou 234 377 840!

hmbo

No Comments

Post A Comment